| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

FRADEMA NEWS
Desde: 16/04/2004      Publicadas: 251      Atualização: 27/10/2005

Capa |  Consultoria  |  Curiosidades  |  Cursos e Seminários  |  Dia a dia  |  Humor  |  Internacional  |  Legislação  |  Notas  |  Serviços  |  Tributário


 Notas

  29/09/2004
  0 comentário(s)


Receita não vai prorrogar prazo de adesão ao parcelamento do Simples

A Receita Federal voltou a descartar a possibilidade de prorrogar o prazo de adesão das micro e pequenas empresas ao parcelamento dos débitos do Simples (Sistema Integrado de Pagamento de Impostos e Contribuições das Microempresas e das Empresas de Pequeno Porte).

De acordo com a assessoria de imprensa da Receita, o prazo final para as empresas fazerem o pedido de parcelamento é quinta-feira (30), às 20 horas. O pedido só poderá ser feito pela internet (www.receita.fazenda.gov.br) e para efetiva-lo é necessário que a empresa faça o pagamento da primeira parcela também até o dia 30 de setembro.
Apesar da decisão da Receita de não prorrogar o prazo, os contabilistas fizeram nesta segunda-feira (27) um pedido formal ao secretário Jorge Rachid. O CFC (Conselho Federal de Contabilidade) e a Fenacom (Federação Nacional das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas) encaminharam um ofício pedindo a extensão do prazo por mais 30 dias.
Para o presidente da Fenacom, Carlos José de Lima Castro, não é que o prazo seja curto. O problema, segundo ele, é que as microempresas estão muito pulverizadas no Brasil e, se o prazo não for estendido, o governo pode não cumprir seu objetivo.
"Se o governo adiar esse prazo não terá nada a perder", disse. Para o presidente do CFC, José Martônio Alves Coelho, as empresas de pequeno porte não têm patrimônio para sustentar a suas dívidas, por isso, seria interessante para o governo que elas parcelassem seus débitos.
  Autor:   Agência SEBRAE de Notícias


  Mais notícias da seção Símples no caderno Notas
06/09/2005 - Símples - Escola que oferece cursos de 1º e 2º graus também pode optar pelo SIMPLES
Uma decisão da 4ª Turma Especializada do TRF 2ª Região permite que uma escola de Macaé (região norte fluminense), que oferece cursos de primeiro e segundo graus, opte pelo SIMPLES, desde que cumpra todas as condições impostas pela Lei nº 9.317, de 1996, que instituiu o programa....



Capa |  Consultoria  |  Curiosidades  |  Cursos e Seminários  |  Dia a dia  |  Humor  |  Internacional  |  Legislação  |  Notas  |  Serviços  |  Tributário
Busca em

  
251 Notícias