| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

FRADEMA NEWS
Desde: 16/04/2004      Publicadas: 251      Atualização: 27/10/2005

Capa |  Consultoria  |  Curiosidades  |  Cursos e Seminários  |  Dia a dia  |  Humor  |  Internacional  |  Legislação  |  Notas  |  Serviços  |  Tributário


 Dia a dia

  09/09/2005
  0 comentário(s)


Em Salvador, só um terço dos juízes trabalham às sextas

Apenas um terço dos juízes de Salvador, na Bahia, vão ao fórum às sextas-feiras. A constatação é do jornal baiano A Tarde em pesquisa feita durante cinco sextas no fórum Ruy Barbosa, em Salvador. A reportagem do jornal apurou que apenas um terço dos juízes do local são encontrados no seu local de trabalho nas tardes de sexta-feira, o que é visto como prática "comum" por servidores e usuários do sistema judiciário.

Em Salvador, só um terço dos juízes trabalham às sextasEm reportagem publicada no domingo (4/9) o jornal revela que os juízes utilizam argumentos diversos para não atenderem ao público na sexta-feira à tarde. O principal motivo, segundo eles, é a necessidade de se isolarem para emitir pareceres e despachar os processos. "Eu não marco audiência dia de sexta, pois é o dia que o cartório atualiza todo o serviço da semana. Minhas deliberações são resolvidas na sexta. O fato de o juiz não atender não quer dizer que ele não esteja presente", afirmou Marcelo Figueiredo, titular da 25ª Vara Cível, ao jornal. Alguns juízes apresentaram motivos particulares para justificar ausência na sexta-feira, como foi o caso de Aidê Ouais, da 8ª Vara da Fazenda Pública, que faz curso de pós-graduação. "Mas o curso é aqui bem perto. Qualquer urgência posso vir para cá", disse. Leia a reportagem publicada no A Tarde Em Salvador, as varas judiciais, das áreas de família, fazenda e cível funcionam, formalmente, todos os dias úteis da semana, das 8h30 às 11h30 e das 13h às 18h, mas a grande dificuldade é encontrar juízes trabalhando no Fórum Ruy Barbosa, naqueles horários durante as sextas-feiras. A realidade é que apenas um terço, às vezes até menos que isto, dos juízes responsáveis por aquelas unidades são encontrados no seu local de trabalho nas tardes de sexta-feira. O fato é visto como prática "comum" por servidores e usuários do sistema judiciário, que fizeram declarações à reportagem de A Tarde durante pesquisa realizada no prédio principal em cinco dias, quando foram percorridas 28 varas sediadas no local, nos andares 1, 2, 3 e 4. Constatar que os magistrados não são encontrados nem atendem naquele dia da semana, especialmente à tarde, mostra apenas a ponta dos problemas enfrentados hoje pelo Judiciário, que poderia estar mais acessível à população. Advogados e entidades como a OAB " Ordem dos Advogados do Brasil e AMAB " Associação dos Magistrados da Bahia consideram esta situação preocupante. Já os juízes utilizam argumentos diversos para não atenderem ao público na sexta-feira à tarde. O principal motivo, segundo eles, é a necessidade de se isolarem para emitir pareceres e despachar os processos. Sobrecarga Dos cinco dias pesquisados, quatro foram sextas-feiras. No primeiro deles, uma quarta, 20 de abril, foi difícil obter informações que pudessem ser contabilizadas. Funcionários que atendiam nos balcões dos cartórios pareciam não dar conta da demanda dos pedidos e mostravam-se sobrecarregados, e até, de má vontade. Por isto, nem todos responderam às perguntas ou deram atenção ao que estava sendo questionado. Havia filas nos corredores e balcões dos cartórios. Nas varas de Família, situadas em sua maioria nos 3º e 4º andares, muitos usuários reclamaram da morosidade e deficiência no atendimento. "Há vinte anos que espero por este documento. Ele está aí, mas ela não acha", protestou uma senhora que aguardava resposta na 8ª Vara de Família e que não quis se identificar. Na sexta-feira, dia 6 de maio, por exemplo, apenas três juízes foram encontrados atendendo no turno vespertino. Para vários funcionários entrevistados, a resposta para o problema é simples: "Juiz não trabalha dia de sexta". Na sexta-feira, dia 5 de agosto, este número caiu: apenas dois magistrados estavam na casa. A quantidade máxima de magistrados encontrada, no dia 10 de junho, foi de oito, o que não corresponde nem a 34% do corpo funcional da categoria em atividade no local, visto que trabalham 24 juízes no prédio. Além disto, em muitas varas, principalmente nas sediadas no 3º andar, onde há maior concentração das de família, há dias marcados para atender às "partes", ou seja, pessoas que não têm dinheiro para bancar um advogado que dê acompanhamento a seu processo ou querem tratar do assunto pessoalmente só são atendidas nos dias determinados. Cartazes afixados nas portas das 1ª, 4ª e 5ª Varas de Família, por exemplo, mostravam que cidadãos baianos podem ficar frustrados e não terem as solicitações atendidas, se não forem advogados e não procurarem os serviços judiciários nos períodos estabelecidos pelos próprios juízes. Na 5ª Vara, por exemplo, o cartaz determina que partes só são atendidas às sextas-feiras, das 8h30 às 11h30, e das 13h às 18h. Mas, no dia 6 de maio, a juíza titular não estava no local. O fato repetiu-se nos outros dias em que foi feita a pesquisa. Ou seja, caso "as partes" tivessem alguma urgência em falar com o magistrado, não teriam sucesso. Através de ofício enviado à Associação dos Magistrados da Bahia, todos os 24 juízes em atuação no Fórum Ruy Barbosa foram informados da reportagem, mas apenas 11 falaram sobre o assunto. A maioria deles argumenta que na sexta-feira, dia de menor movimento, é o período que elabora sentenças mais complexas e prefere, por conta disso, se trancar no gabinete ou trabalhar em casa. "Eu não marco audiência dia de sexta, pois é o dia que o cartório atualiza todo o serviço da semana. Minhas deliberações são resolvidas na sexta. O fato de o juiz não atender não quer dizer que ele não esteja presente", justificou Marcelo Figueiredo, titular da 25ª Vara Cível. Alguns juízes apresentaram motivos particulares para justificar ausência na sexta-feira, como foi o caso de Aidê Ouais, da 8ª Vara da Fazenda Pública, que faz curso de pós-graduação. "Mas o curso é aqui bem perto. Qualquer urgência posso vir para cá". "Isto não pode ser tomado como regra para o atraso que temos hoje no sistema Judiciário. É desviar do foco principal, que está na ausência de verba", opinou Maria de Lourdes Medauar, titular da 7ª Vara de Família, que ressaltou a necessidade de o juiz estar de portas fechadas para conseguir "responder ao ofício". O juiz Jorge Barreto, da 3ª Vara de Família, inclusive, admitiu que não gosta muito de atender partes e advogados na sexta-feira. "Não por não querer fazer, mas para não perder o fio do raciocínio", resumiu, dizendo que opta por trabalhar em casa em caso excepcional. "Para não dizer que isto trata de uma inverdade, basta que se observe a produtividade dos juízes no que diz respeito às sentenças referidas nas sextas-feiras". Corregedoria fará diligência A corregedora-geral de Justiça, Lucy Moreira, disse que vai fazer uma diligência no Fórum Ruy Barbosa para verificar a denúncia de que os juízes não estão atendendo ou não estariam trabalhando às sextas-feiras. Ela explicou que o magistrado é obrigado a despachar o expediente previsto para o dia, mas que não é necessário estar os dois turnos no local. "Ele não pode faltar ao trabalho. Não tem respaldo legal", disse, revelando que pretende convocar alguns juízes corregedores para fazer a diligência e verificar se os magistrados estão dando conta do expediente de trabalho neste dia. Moreira disse que será uma visita-surpresa, que não quer divulgar quando ocorrerá. A corregedora-geral afirmou que é previsto na lei, por conta da demanda de trabalho, que o juiz fique recluso em seu gabinete ou trabalhe em casa. E acrescentou que não está em situação ilegal quem prefere determinar dias para atendimento de "partes", mas que, se aparecer alguma pessoa em dias que não são os determinados, o magistrado é obrigado a atendê-la, assim como os funcionários dos cartórios. O presidente do Tribunal de Justiça, Gilberto Caribé, foi procurado para falar sobre o assunto, mas encaminhou um dos seus assessores especiais, Josefson Silva Oliveira, para atender a equipe de reportagem. Oliveira disse que não competia a ele colocar-se sobre a informação, visto que não é de sua competência e sim, da Corregedoria. O assessor apenas contou que, na Ouvidoria do TJ, que coordena, não há queixas ou denúncias do tipo. Segundo ele, mais de 80% das queixas registradas na Ouvidoria referem-se à morosidade de processos. De novembro de 2004 a abril deste ano, por exemplo, das 988 queixas registradas, 954 refere-se a problemas com o andamento do processo. OAB critica excesso de burocracia "É a pior prestação jurisdicional de todos os Estados brasileiros", acusou Dinailton Oliveira, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil seção Bahia, que avalia ser este procedimento uma forma "burocrática" que poderia ser eliminada. Mas ele acredita que isto é um reflexo do descaso com que vem sendo tratado o poder judiciário baiano. "Os juízes são pessoas de bem, tecnicamente preparadas. Acredito neste povo jovem que está chegando", disse, acrescentando que os juízes são muito mais vítimas desse processo do que culpados e que, no interior, a situação ainda é pior, visto que os magistrados, em sua maioria, saem das cidades para a capital na quinta-feira e só retornam na terça. A verdade é que pessoas pertencentes à classes menos privilegiadas saem frustradas, por vezes, do Fórum. Na sexta-feira, 5 de agosto, por exemplo, um senhor (não quis ser identificado, alegando que poderia causar prejuízo ao processo) reclamava no balcão de uma das varas de família situadas no quarto andar. "Não é possível! Eu vou ter que voltar aqui outro dia?", retrucava com um dos servidores que se recusou a responder o pedido de ajuda porque aquele não era dia de atendimento de partes. E lamentou: "Tive que esperar lá embaixo para ver o andamento do processo, pegar senha e não adiantou nada". O que ele alegou é que, apesar de estar com advogado há três anos acompanhando sua causa, o processo só "anda" mesmo quando ele conversa pessoalmente com o juiz ou com funcionários do cartório. (Segundo dados do Sindicato dos Servidores do Poder Judiciário, há, atualmente, um número superior a 15 mil processos acumulados em cada vara do fórum). De acordo com informações colhidas entre usuários, o contato com o juiz é imprescindível para o andamento dos processos, o que é dificultado quando o magistrado não atende. "É por isto que as coisas não andam por aqui", resmungou uma senhora porque não conseguiu falar com o juiz, na 4ª Vara de Família. Dias trabalhados " Sexta-feira, 6 de maio de 2005 entre 14h20 e 15h15 Dos 24 juízes que estão em atividade, 21 não estavam no fórum e apenas três foram encontrados: Edson Ruy Bahiense (11ª Vara de Família), Gesivaldo Nascimento Britto (2ª Vara de Fazenda Pública/3ª Vara de Fazenda Pública) e Eduardo Augusto Barreto (23ª Vara Cível). " Sexta-feira, 5 de junho de 2005 entre 15h30 e 16h20 Dos 24 juízes em atividade, 20 não estavam no fórum e apenas quatro foram encontrados: Maria do Carmo Caribé (8ª Vara de Família), Edson Ruy Bahiense (11ª Vara de Família), Gilberto Oliveira (1ª/9ª Vara da Fazenda Pública) e Eduardo Augusto Barreto (23ª Vara Cível). " Sexta-feira, 10 de junho de 2005 entre 16h10 e 17h Dos 24, 16 não estavam. Oito foram encontrados: Ubiratan Pizani (21ª Vara Cível), Gracindo Rodrigues (24ª Vara Cível), Maria do Carmo Caribé (8ª Vara de Família), Edson Ruy Bahiense (11ª Vara de Família), Manoel Ricardo Calheiros d"Ávila (5ª Vara da Fazenda Pública), Lisbete Maria Santos (7ª Vara da Fazenda Pública), Eduardo Augusto Barreto (23ª Vara Cível), Eduardo Carlos de Carvalho (10ª Vara da Fazenda Pública). " Sexta-feira, 5 de agosto de 2005 entre 15h23 e 16h35 Dos 24, 22 não estavam. Foram encontrados apenas dois: Maria do Carmo Caribé (8ª Vara de Família) e Gesivaldo Nascimento Britto (2ª Vara da Fazenda Pública/3ª Vara da Fazenda Pública). Foram pesquisadas as varas judiciais localizadas no 1º, 2º, 3º e 4º andar. Dos 28 juízes, quatro estavam de licença médica, férias ou substituindo desembargadores neste período.
  Autor:   Revista Consultor Jurídico


  Mais notícias da seção Brasil no caderno Dia a dia
03/10/2005 - Brasil - A PIOR TRIBUTAÇÃO DO MUNDO
O Brasil não tem apenas uma carga tributária muito pesada, que no ano passado equivaleu a 35,8% do valor produzido pela economia. Tem também a pior tributação do mundo, segundo o último relatório de competitividade do Fórum Econômico Mundial. Por esse quesito, ficou em 117º lugar numa lista de 117 países pesquisados....
28/09/2005 - Brasil - TV GLOBO É CONDENADA A INDENIZAR O ATOR ÉWERTON DE CASTRO
A TV Globo terá de indenizar o ator Ewerton de Castro por desrespeitar o contrato e causar dano a imagem do profissional. Os danos materiais foram fixados em R$ 23.250,00 e os morais em R$ 50 mil. A decisão é da juíza da 13ª Vara Cível de São Paulo, Ana Lúcia Romanhole Martucci. Cabe recurso....
21/09/2005 - Brasil - FALSA ACUSAÇÃO - Extra é condenado por acusar cliente de furtar alicate
O Extra Hipermercados terá de indenizar Francisco Henrique de Araújo, em R$ 40 mil por danos morais e R$ 10,18 por danos materiais. Motivo: o consumidor foi preso sob a acusação de furtar um alicate. Por causa disso, ficou quatro dias detido na Polinter (Polícia Interestadual) do Rio de Janeiro. A decisão é da juíza da 1ª Vara Cível da Barra da Tij...
20/09/2005 - Brasil - Contra a Super-Receita - Técnicos da Receita começam greve com 90% de adesão
Os técnicos da Receita Federal do Brasil, conhecida como Super-Receita, começaram nessa segunda-feira (19/9) uma nova greve em protesto contra a unificação da Secretaria da Receita Federal e da Receita Previdenciária. Segundo a assessoria de imprensa do Sindireceita " Sindicato Nacional dos Técnicos da Receita Federal, a paralisação tem adesão de 9...
02/09/2005 - Brasil - Criação da Super-Receita faz TST suspender processos do INSS por 60 dias
A criação da Super-Receita --estrutura que resultou da fusão da Secretaria de Receita Previdenciária com a Receita Federal-- fez o TST (Tribunal Superior do Trabalho) suspender por 60 dias a tramitação de processos em que o INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) aparece como parte do caso. Ficaram de fora dessa determinação os mandados de segur...
26/08/2005 - Brasil - AMPLIAÇÃO DO SIMPLES PASSA NA CÂMARA
A Câmara dos Deputados aprovou ontem dois destaques à Medida Provisória n° 252, a chamada MP do Bem, que não contavam com o apoio do governo e devem reduzir a receita tributária. Um deles dobra os limites de receita bruta que determinam se uma empresa pode ser enquadrada no Simples. O outro destaque restabelece o regime de incidência cumulativa do ...
19/07/2005 - Brasil - Dobra valor para parcelamento simplificado
O Ministério da Fazenda dobrou o valor máximo permitido para que as empresas com débitos de tributos federais, inscritos ou não em dívida ativa, possam ser incluídas no sistema de parcelamento simplificado, sem a apresentação de garantias....
13/07/2005 - Brasil - Governo une secretarias da Receita Federal e Previdência
O governo deve anunciar hoje a criação da Receita Federal do Brasil, um novo órgão que representará a fusão das secretarias da Receita Federal e da Receita da Previdência Social, sob o comando do Ministério da Fazenda. A instituição será criada por medida provisória e faz parte do que está sendo chamado, no governo, de "choque de gestão" . ...
21/06/2005 - Brasil - A INSUPORTÁVEL CARGA TRIBUTÁRIA GERANDO CORRUPÇÃO
Há duas semanas, o IBGE trouxe a público um vergonhoso quadro da nossa sociedade. Há, no Brasil, cerca de 10,5 milhões de pequenas empresas que vivem na informalidade e, além de fazerem uma concorrência desleal às firmas organizadas, não recolhem impostos nem contribuições sociais. O mais grave é que o número dessas empresas não pára de aumentar. ...
17/06/2005 - Brasil - MP do Bem deve dar isenções de R$ 1,5 bilhão a exportação, informática e construção civil
Brasília " Empresas exportadoras. Setor de construção civil. Pessoas que pretendem vender um imóvel residencial ou comprar um computador. Micro, pequenos e médios investidores de todos esses perfis deverão sentir os efeitos da medida provisória assinada hoje (15) pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Batizada de MP do Bem, a medida deve repres...
27/05/2005 - Brasil - TJRS quer investigar 50 maiores devedores
O governador do Rio Grande do Sul, Germano Rigotto, está em crise aberta com o Judiciário gaúcho desde abril, quando vetou um projeto aprovado pela Assembléia Legislativa que autorizava um aumento de 8,5% para magistrados e servidores. Agora a briga pode complicar a vida das empresas endividadas com o fisco. Em busca das causas da crise fiscal, os ...
29/04/2005 - Brasil - Governo reduzirá burocracia para abrir empresa
BRASÍLIA. O governo enviará ao Congresso, nos próximos dias, um projeto de lei para reduzir a burocracia na abertura e no fechamento de empresas. O objetivo é estimular novos investimentos, trazer informais para o mercado legal e diminuir sensivelmente os prazos e procedimentos exigidos por inúmeros órgãos federais, estaduais e municipais. A estima...
01/03/2005 - Brasil - Conselho de Contribuintes limita crédito de IPI para insumos isentos
O Fisco contabiliza mais uma vitória em relação aos créditos do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Desta vez é em relação aos insumos isentos. A Câmara Superior de Recursos Fiscais do Segundo Conselho de Contribuintes deu decisão favorável à Fazenda Nacional ao concluir que, apesar de terem direito aos créditos, as empresas não podem fa...
21/02/2005 - Brasil - Brasileiro suporta peso de 74 tributos
Empresas são submetidas a 95 obrigações pela Receita e gastam 1,5% do faturamento só para ficar em dia com a burocracia...
12/01/2005 - Brasil - Exigências qualificam o trabalho do auditor
A profissão de auditor independente vem exigindo novos procedimentos por parte dos antigos e novos profissionais da Contabilidade. Com a crescente exigência do mercado, as entidades que representam a classe vêm tomando novas medidas para atestar a qualidade daqueles que exercem essa função. O Conselho Federal de Contabilidade instituiu o exame de s...
21/10/2004 - Brasil - Danos a veículo gerados por boca-de-lobo danificada deverão ser indenizados por Município
Um Município foi condenado, pela 12ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, a indenizar proprietário de automóvel que sofreu danos ao cair em uma boca-de-lobo aberta pela Prefeitura, sem qualquer sinalização ou proteção....
18/10/2004 - Brasil - MAIS 1 MILHÃO DE EMPRESAS NA LISTA DO FISCO EM 2 ANOS
O número de empresas com dívidas tributárias com o governo federal cresceu de forma alarmante nos dois primeiros anos da administração do presidente Lula. As companhias inscritas na dívida ativa da União, que em 2002 somavam 4,369 milhões, em julho deste ano já eram de 5,433 milhões – um salto de 24,3%, equivalente a mais de 1 milhão de novos deved...
05/10/2004 - Brasil - Carga fiscal federal cresce no 1º semestre
Arrecadação de impostos passa de 18,4%, nos primeiros seis meses de 2003, para 18,8% em relação ao PIB neste ano...
01/10/2004 - Brasil - Fusões e aquisições sobem 20% em 2004
O número de fusões e aquisições de empresas cresceu 20% nos três primeiros trimestres deste ano em relação a igual período de 2003, totalizando 199 transações. Os dados são da pesquisa trimestral da KPMG Corporate Finance, que projeta um total de 280 negócios neste ano. Só no terceiro trimestre houve 76 negócios, volume 15% superior ao do período i...
30/09/2004 - Brasil - PROCURADORIA PENHORA CONTAS BANCÁRIAS EM COBRANÇAS
A Procuradoria Geral da Fazenda Nacional – PGFN vai usar os dados da Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira – CPMF para penhorar contas bancárias na cobrança da dívida ativa da União. Essa é a intenção declarada do órgão em parecer no qual defende a troca “ampla e irrestrita” de informações com a Receita Federal. ...
22/09/2004 - Brasil - OAB lança campanha para proteger direitos do cidadão
O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Roberto Busato, lança amanhã (22/9), às 10h, para todo o País, a Campanha Nacional de Defesa e Valorização da Advocacia. O principal objetivo da campanha, que envolve as 27 Seccionais da OAB no País, sob coordenação do Conselho Federal da entidade, é despertar a sociedade brasileira para a imp...
01/09/2004 - Brasil - Receita vai intimar suspeitos de sonegação após investigar movimentação de cartões de crédito
A Receita Federal vai começar em setembro a intimar contribuintes suspeitos de sonegação fiscal, que foram descobertos numa investigação sobre movimentação de cartão de crédito com valor acima de R$5.000,00 mensais e em empresas que receberam acima de R$10.000,00 das administradoras....
02/08/2004 - Brasil - Para Fazenda, cortar gasto é que reduz carga tributária
O governo precisa reduzir seus gastos obrigatórios. Essa é a única maneira de fazer a carga tributária cair e ampliar o potencial de crescimento econômico do País. ...
15/07/2004 - Brasil - Laticínios estimam novo aumento da tributação
A indústria de laticínios de Minas Gerais projeta aumento da carga tributária sobre o setor com a promulgação da medida provisória (MP) que reduz o crédito presumido da PIS/Cofins. ...
07/07/2004 - Brasil - Nova Lei de Falências, que acaba com a concordata, pode reduzir desemprego e reaquecer economia
Um instrumento que ofereça condições para que as empresas continuem no mercado e, com isso, contribua para diminuir o desemprego e o desaquecimento da economia. Esta é a expectativa sobre a nova Lei de Falências, em exame pelo Senado para substituir uma legislação envelhecida e obsoleta do distante ano de 1945. ...
25/06/2004 - Brasil - Efeitos colaterais das mudanças tributárias
A não-cumulatividade do Programa de Integração Social (PIS) e da Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) mal começou e eis que surge outra coletânea de normas tributárias, a Lei federal nº 10.685/04, alterando profundamente as regras. ...
18/06/2004 - Brasil - Senado aproveita embalo do mínimo, para aprovar Lei de Falências
Após aprovar o substitutivo do PFL, que fixa o salário mínimo em R$ 275, o Senado aproveitou a sessão para votar várias matérias. Entre elas, o texto base da Lei de Falências, um dos itens da pauta da Casa apontados como prioritários pelo governo....
07/06/2004 - Brasil - Falta de sucessão planejada ‘quebra’ 65% das empresas
Pesquisas internacionais revelaram que, em média, de cada 100 empresas que vão à falência, 65 quebram por falta de planejamento sucessório ou por problemas societários....
04/06/2004 - Brasil - Aprovadas mudanças nas regras sobre dívidas de empresas
A Comissão de Economia, Indústria e Comércio aprovou, na última quarta-feira, o Projeto de Lei 2426/03, do deputado Ricardo Fiúza (PP-PE), que regulamenta a declaração judicial de desconsideração da personalidade jurídica. Esse mecanismo permite que os bens particulares de sócios ou administradores sejam usados para pagar obrigações da empresa quan...
04/06/2004 - Brasil - Sistema simplificado perde mais de 8 mil empresas
A crise está afetando diretamente os micros e pequenos empresários. De acordo com dados da Receita Federal, cerca de 8.848 empresas deixaram o sistema simplificado de tributação, o Simples Federal. Os dados são ainda mais preocupantes quando se trata do número de empresas inativas, que cresceu pelo terceiro ano consecutivo, e de imunes e isentas....



Capa |  Consultoria  |  Curiosidades  |  Cursos e Seminários  |  Dia a dia  |  Humor  |  Internacional  |  Legislação  |  Notas  |  Serviços  |  Tributário