| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

FRADEMA NEWS
Desde: 16/04/2004      Publicadas: 251      Atualização: 27/10/2005

Capa |  Consultoria  |  Curiosidades  |  Cursos e Seminários  |  Dia a dia  |  Humor  |  Internacional  |  Legislação  |  Notas  |  Serviços  |  Tributário


 Curiosidades

  20/09/2005
  0 comentário(s)


CANTOR AGNALDO TIMÓTEO É CONDENADO POR TUMULTUAR VÔO

O cantor Agnaldo Timóteo foi condenado a prestar serviços para a comunidade por ter impedido um avião da Vasp de decolar porque estava insatisfeito com o atraso do vôo. O episódio ocorreu em setembro de 1998, no aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro.

CANTOR AGNALDO TIMÓTEO É CONDENADO POR TUMULTUAR VÔOA decisão, da 1ª Seção Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, substituiu a pena estipulada pela primeira instância, que havia fixado a condenação em três anos de prisão. Timóteo foi condenado pelo crime previsto no Código Penal como atentado contra a segurança de transporte aéreo. Ele, então, apelou ao TRF-2, e a 6ª Turma da corte manteve a sentença, por dois votos a um. O cantor recorreu novamente ao Tribunal, dessa vez por meio de embargos infringentes, que foram julgados pela 1ª Seção Especializada. O recurso é cabível contra decisões que não são unânimes. A pena de prisão foi substituída, na sentença (e confirmada nas demais instâncias), por prestação de serviços à comunidade, em instituições que serão determinadas pela Vara de Execuções Penais (1ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro). Agnaldo Timóteo causou tumulto no avião que já estava taxiando para levantar vôo com destino a São Paulo. O cantor, de acordo com os autos, xingou a tripulação e os passageiros, agrediu uma comissária de bordo com um soco nas costas e ainda tentou desembarcar à força, obrigando o comandante a sair da cabeceira da pista de decolagem e a retornar para a área de desembarque, o que resultou no cancelamento do vôo. O relator do processo na 1ª Seção, desembargador federal Messod Azulay, destacou, em seu voto, que para que o crime esteja caracterizado basta que haja "iminente perigo de acidente, causado pela ação do agente". Para ele, a legislação prevê a punição do infrator pela mera exposição da aeronave ao perigo. Agnaldo Timóteo argumentou, em seu depoimento para a Polícia Federal, à época dos fatos, que teria solicitado sua saída da aeronave porque, diante do atraso do vôo, sua viagem para São Paulo não mais se justificaria. Ele disse ainda que teria sido destratado pela comissária de bordo, que teria respondido ironicamente ao seu pedido. Em juízo, o artista declarou que ambos teriam perdido o equilíbrio e a compostura na ocasião. De acordo com o advogado Alberto Rollo, especialista em Direito Eleitoral, caso a decisão transite em julgado, Agnaldo Timóteo, que é vereador em São Paulo, perde todos seus direitos políticos enquanto cumprir a sua condenação, ou seja, não pode votar e nem ser votado. "Com os direitos políticos suspensos, o suplente dele pode reivindicar o mandato", explica o advogado. Processo 2002.02.01.026745-5
  Autor:   Consultor Jurídico


  Mais notícias da seção Brasil no caderno Curiosidades
21/10/2005 - Brasil - MUNICÍPIO DEVE INDENIZAR PEDESTRE POR QUEDA EM CALÇADA
O município de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, terá de indenizar uma pedestre por queda em calçada mal-conservada. A decisão é da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça gaúcho. Que entendeu que o município é responsável pela conservação das vias públicas. Os desembargadores elevaram o valor da indenização por dano moral de R$ 500, fixado em prim...
20/09/2005 - Brasil - Médico é condenado por fazer tratamento errado
Um médico do Rio Grande do Sul vai ter de pagar indenização de R$ 80 mil por danos morais e R$ 3 mil por danos materiais, por ter implantado prótese peniana em um paciente para o tratamento de ejaculação precoce. A clínica onde foi feita a cirurgia também responde pela condenação. A decisão é da 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça gaúcho. ...
31/08/2005 - Brasil - Nestlé não tem de indenizar mulher que engordou
"Para fazer jus à reparação de danos morais, não basta alegar prejuízos aleatórios ou em potencial, é necessária a comprovação do dano efetivo, real, sofrido pela parte". A afirmação é da juíza Rosângela Carvalho Menezes, da comarca de Garibaldi, no Rio Grande do Sul....
28/09/2004 - Brasil - Prisão de eleitor, a partir de 29/09, só em flagrante
Às vésperas das eleições de 3 de outubro, entram em vigor as regras estabelecidas pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para garantir a tranqüilidade do pleito. A partir de 29/09, o eleitor poderá ser preso somente em caso de flagrante delito ou no caso de detenções em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável. O prazo se es...
23/08/2004 - Brasil - Gasolina com e sem tributos
Campanha inspirada no Feirão do Imposto impressiona consumidores de Curitiba...



Capa |  Consultoria  |  Curiosidades  |  Cursos e Seminários  |  Dia a dia  |  Humor  |  Internacional  |  Legislação  |  Notas  |  Serviços  |  Tributário
Busca em

  
251 Notícias